03 março, 2014

Reflexões de uma ciclista na BR



Fiquei pensando, nesse feriado (carnaval 2014). Todas as vezes em que saí para pedalar vi a gentileza das pessoas dirigindo seus carros e parando para todos os pedestres que querem atravessar a estrada (não é nem uma avenida, é uma BR mesmo!). Acho incrível que todo mundo para, sorri, é lindo.
O mais engraçado é que sei que essas mesmas pessoas, em seu habitat natural (aka São Paulo) estariam buzinando, provavelmente mandando lembranças à mãe do pedestre se ele se jogasse no meio da estrada (porque o pessoal abusa mesmo) como fazem aqui. Isso se não tivesse um surto qualquer e simplesmente passasse por cima.
E porque, né? Porque o mesmo motorista sem paciência de São Paulo chega aqui no litoral e age completamente diferente? Simples, eles estão felizes. Nesses poucos dias de férias/feriado eles respiram outros ares (literalmente), relaxam, estão passeando, aproveitando seus dias de descanso, e, portanto, ficam gentis. Pessoas felizes são mais humanas, mais gentis. Pessoas felizes não atropelam pedestres malucos que se jogam na BR.
Se todas as pessoas fossem felizes o tempo todo, o mundo seria muito diferente, já pensou nisso?

E você, já fez alguém feliz hoje? Comece por você. Seja feliz, está dentro de cada um.